Text Size
   

NEGOCIAÇÕES DA CCT 2018/2019 CONTINUAM SEM SOLUÇÃO

Após 10 rodadas de negociação entre o SINDESP-BA e os laborais, as partes não chegaram a um consenso devido a intransigência laboral que não aceita a proposta patronal, principalmente no que tange as alterações de cláusulas pleiteadas com base na nova Lei da Reforma Trabalhista. Por outro lado, os laborais reiteram sempre, que não admitem analisar propostas que não reponham integralmente a inflação do período e ainda desejam ganho real. Patronal deixa sempre claro que nada podem evoluir nas cláusulas econômicas, devido as últimas portarias do Governo do Estado que reduz os valores referenciais para a contratação de serviços de vigilância, retornando a valores históricos praticados em 2014.

Os laborais  alegando impossibilidade de evolução nas negociações informou que vai levar a negociação para mediação perante o Ministério Público do Trabalho.

O MPT já agendou para o dia 26.04.2018 às 09h00 a audiência de mediação.

IMG 2980

11 de Abril de 2018

Busca no site